Análise ao Ranking Nacional de Sub-18 Masculino de 2021

  •  

Ao analisarmos o ranking nacional masculino de Sub-18, relativo ao ano que há pouco terminou (2021) são várias as conclusões que podemos retirar. Em primeiro lugar é que os atletas dos Clubes filiados na ADAL se apresentam, nos dez melhores do ano, em 4 das grandes áreas do Atletismo: Corridas (inclui estafetas, barreiras, meio fundo e obstáculos), Saltos, Lançamentos e Marcha. A surpresa acaba por ser não haver citações de leirienses, nas provas combinadas. É na áreas de saltos que nos destacamos mais, com 13 referências. São muitos os leirienses nos 10 melhores de 2021, vários no top 3 e apenas um na liderança, é ele Francisco Calhau, no lançamento do martelo. Para 2022 as expetativas são que teremos mais citações nos dez melhores nacionais e que alguns possam vir a representar Portugal no Campeonato da Europa de Sub-18 e no Torneio Ibérico.
Velocidade - Eduardo Oliveira (JV) é quem mais se distinguiu
100 metros – O 2º melhor nacional é Eduardo Oliveira, da Juventude Vidigalense, com 11.06 segundos, marca alcançada no dia 24-7 nas eliminatórias do campeonato nacional de juvenis. O 6º é Tomás Areias (ACB) 11.18 marca alcançada no dia 24-7 nas eliminatórias do campeonato nacional de juvenis.
200 metros - Eduardo Oliveira (JV) tem o 2º melhor crono, com 22.25 segundos, registo alcançado no dia 17-7, na pista do Estádio Cidade de Coimbra, ao triunfar na final nacional do Torneio Olímpico Jovem.
300 metros - Hugo Tavares (Arneirense) encontra se no 5º lugar, com 36.72 segundos e Miguel Marques, do Clube Atletismo de Marinha Grande, é o 10º em 37.11 segundos.
Meio fundo – Tiago Silva (GAC) em evidência
1.000 metros - Tiago Silva, do Grupo de Atletismo da Caranguejeira, ocupa a 9ª posição nesta distância que não faz parte do programa oficial do campeonato nacional desta faixa etária, mas que é feita em todo o país por estar integrada no Torneio Quilómetro Jovem, que faz parte da Campanha Viva o Atletismo. O seu melhor registo é 2m37s38cs, que lhe permitiram alcançar o 2º lugar na final do Km Jovem, realizada em Évora e em simultâneo em outras pistas.
1.500 metros - Tiago foi o 6º melhor nacional, com 4m05s06cs, alcançados no campeonato nacional de Sub-20, disputado em Viana do Castelo, no estádio Manuela Machado.
3.000 metros - Tiago é o 2º do ranking nacional, com 8m37s07cs, feitos no distrital do seu escalão, em pista coberta.
2.000m obstáculos - Tomás Casimiro (Arneirense), que se mantém neste escalão na presente época, com 6m26s58cs, apresenta-se como 5º melhor nacional.
Barreiras
300m barreiras - Miguel Marques (CAMG) apresenta se na 2ª posição desta lista, com um crono de 39.57 segundos, e Tomás Casimiro (Arneirense) é o 8º 42.62, continuando ambos a pertencer ao escalão sub-18 no presente ano.
Marcha
Os Atletas filiados na ADAL, aproveitaram bem este início da presente época (2021-22) conseguirem registos bastante interessantes, que abrem expetativas de boas classificações nos diversos campeonatos nacionais (pistas coberta e ar livre e estrada) do presente ano.
5.000m marcha - David Gregório (JV) é o 10º melhor posicionado do país com a marca de 28m34s35cs, alcançada no campeonato nacional de pista, em Lousada, no dia 24 de julho.
5 Km marcha - Esta listagem refere se às provas em estrada, com Francisco Lima, do Centro Desportivo do Bombarral, a apresentar se em 2º lugar com um registo de 27m01s, seguem se Eduardo Camarate (JV) com 28m34s, David Gregório (JV) com 28m43s e André Moreira, do Grupo Desportivo das Pedreiras, com 29m38s.
10 Km marcha - Esta é a prova do campeonato nacional de estrada (sendo os 10.000m (pista) a prova do campeonato da Europa desta faixa etária), que este ano se deverá realizar em Porto de Mós, a 16 de janeiro. David Gregório ocupa a 4ª posição nesta lista, com 53.50 minutos.
Saltos - A ADAL está muito bem representada nos 4 rankings dos saltos, em especial por Eduardo Oliveira (JV) e Bernardo Cunha (ACB)
Comprimento - Eduardo Oliveira, com 7,11 metros, sagrou se campeão nacional ao ar livre, estando em 2º lugar neste ranking nacional. Bernardo Cunha (GDP) é o 6º, com 6,54 metros, que lhe permitiu ser o 4º classificado no nacional destas idades. No lugar seguinte está André Rodrigues (CAMG) com menos um centímetro. E a fechar o top 10 nacional está Gabriel Cunha com 6,50 metros, com a vantagem de ainda ter duas épocas de oportunidades neste escalão etário.
Triplo - Bernardo Cunha (GDP) é o segundo nacional com 13,72 metros, seguindo-se Afonso Marques (AA Acro Pombal) com 13,68 metros. Na 5ª posição está André Rodrigues (CAMG) com 13,38 metros e Diogo Chaves (Arneirense) com 12,99 metros é o 8º nacional.
Altura - Uma vez mais a ADAL está muito bem representada neste salto, com 3 atletas dos 10 melhores nacionais do ano passado. E Bernardo Cunha é novamente o melhor do distrito de Leiria, sendo o 3º nacional com 1,90 metro. No 6º lugar está Tiago Gama (AAA Pombal), tendo superado a fasquia a 1,86 metro e no 8º está Gabriel Cunha (GDP) com 1,85 metro.
Vara - A Juventude Vidigalense apresenta se com 3 atletas nos 10 melhores nacionais. Denis Hrabar é o 5º com 3,45 metros, Luca Cruz é 7º com 3,25 e Yoelvis Companioni é 10º com 3,10 metros.
Lançamentos – Francisco Calhau (JV) na liderança do martelo
Peso - Francisco Calhau (JV) é o melhor leiriense, e o 5º nacional, com um lançamento a 13,82 metros.
Disco - Francisco Calhau (JV) volta a ser o melhor do universo da ADAL, e o 5º nacional, com um arremesso de 39,60 metros, alcançados em abril, na mesma altura em que Rúben Santos (JV) conseguia 38,24 metros e o 7º posto nacional.
Martelo - O líder nacional é Francisco Calhau ao atingir os 64,23 metros com o engenho de 5 Kg e Rodrigo Esteves (GDP) ocupa o 9º lugar nacional, ao arremessar a 35,77 metros.
Dardo - Rúben Santos (JV) é detentor da 7ª melhor marca nacional com 48,03 metros registados em abril.
Estafetas – Juventude Vidigalense continua a ser referencia nesta disciplina
Nos 4x100 metros, a equipe do Juventude Vidigalense, constituída por Vadym Skafaryk, Denis Hrabar, Luca Cruz e João Martins, está no 3º posto nacional, após terminar a volta à pista em 45.38 segundos, no dia 24-7, no campeonato nacional de Sub-18, realizado em Lousada.
Estafeta Medley (400m + 200m + 300m + 100m) o mesmo quarteto do JV, da estafeta 4x100m, mas com ordem de participação diferente: V. Skafaryk, João Martins, Luca Cruz e Denis Hrabar ocupam o 7º lugar nacional com 2m10s23cs.
9-1-2022; Carlos Carmino – DTR da ADAL